(Do you) like Blakk Market?

Listen to us! Theater of Lies by Blakk Market

Saturday, September 18, 2010

Projeto de Mestrado 2 - o cronograma

Sábado, 18.09.2010

Primeiras 3 h

café da manhã;
post inicial no blog;
transcrição da conversa com a possível orientadora (44 minutos de áudio, mais um adendo de quase 4 minutos);
papéis importantes colados na parede e grifados;

3 - 6h
Fisiologia aplicada;
Instalação do dropbox no notebook;
Almoço;
Levantamento de mais documentos comprobatórios do Lattes;
Pesquisa no pergamum e passada na BU (4 livros);
Banho;

6-9h
Doritos;
Passada de leve na Fundamentação Teórica;
Parte de Justificativa finalizada, possibilidade de revisão é latente;

9-12h
Amendoins;
Um pouco de emails aleatórios, só pra relaxar;
Negresco;
Saída de casa pra compra de suprimentos;
Lida rápida em Landim (1997); citações peristálticas em suas páginas. Valeu até o post-it novo que eu comprei;
Fandangos;
Pizza à caminho.

12-15h
Pizza tá cheirando, e bem. Janta iminente;
Cheguei na metade das páginas permitidas pelo edital, com algumas adições à justificativa e fundamentação teórica. Tá na hora de parar de citar e escrever logo a introdução, metodologia e resultados esperados;
Misfits (!!!) no Sesiones con Alejandro Franco, da Sony;
Fundamentação Teórica (parte sobre TICs) quase fechada, já deixei o link pra voltar amanhã e tocar o terror.


Domingo, 19.09.2010

15-18h

Pizza gelada pela manhã!
Mais atualizações do Lattes;
Fisiologia aplicada à bibliografia;
Banho;
Ampliação da Fundamentação Teórica, tá ficando maior do que eu esperava... citei Radfahrer, e quebrei o clima formal do trabalho. Way to go.

18-21h
Mais citações curiosas de Radfahrer;
Levantamento bibliográfico já rendeu muitos livros. Resultado: não consegui achar um artigo que falava sobre um tópico específico... tive que mandar um migué;
Fundamentação teórica já era. Tá gigante, então devo precisar de umas supressões posteriores;
Peruada básica nos objetivos (geral e específicos). Ainda estão meia-boca;
Preciso de uma pausa. Não tá rendendo mais;
Pausa inadvertidamente longa demais;
Sanduba de copa;
Mais uma peruada nos objetivos - tá quase uma merda;
Metodologia concluída;

21-24h
Fechei Resultados esperados;
Cronograma finalizado;
Faltam as revisões, escrever introdução...;
Re-escrevendo (e diminuindo) alguns parágrafos;
Tô em 10 páginas sem introdução. Mandei pra possível orientadora e espero comentários pra amanhã cedo... ou não;
E dá-lhe colírio. Ler no monitor sucks ass;

24-27h e meia
Recebido comentário da possível orientadora, impressionantemente rápida, além de contundente nas observações... diria até pragmática;
Trava pra começar o texto de um tópico. Infâmias.
Destravou, mudei um monte de coisas (baseado nos comentários), citações, início do texto, fundi, liguei e omiti seções... tá indo!
Introdução - it's a wrap.
Resumo curto e palavras-chave - it's a wrap.
Mais Bibliografia adicional;


Segunda, 20.09.2010 - último dia pra entrega do projeto

27h e meia - 31h
Ida pro trabalho, meio virado. Pra completar a sina, meu piercing na língua ficou sem uma das pontas no caminho. Incomodação;
Posicionamento do Sumário;
Arranjo da Ficha Resumo e do documento de Projeto de pesquisa em si;
Última revisada e diagramação do conteúdo do projeto;
Título definido;
Organização dos documentos comprobatórios do Lattes + sumário;

31h - Horas extras ao longo do dia, when all hell broke loose
Visita ao piercer pra resolver a situação (na Palhoça);
Almoço em casa pra compensar (pior idéia em anos);
15:15h - De volta ao trampo, impressão e organização dos documentos pendentes;
Redação do resumo ampliado. Normas: de 500 a 800 palavras. Resultado: 500 palavras EXATAS;
16:42h - Correria pro xerox, pra encadernar as vias do projeto, resumo ampliado e lattes = R$ 15;
16:50h - Correria pro correio, que fecha às 17h;
16:52h - Pausa pra retirar grana no caixa, pra pagar o correio;
No caminho, na Lauro Linhares, óbvio que um ser ignóbil andava a 20 Km/h no seu Citröen C3;
16:56h - Lauro Linhares, altura do Frango & Fritas. O Correio que ali existia mudou de endereço. Desespero;
16:58h - Lauro Linhares, em frente ao Capitão Gourmet: agência do Correio fechando;
16:58:30h - Carro estacionado em cima da calçada, em frente à Acate;
16:59h - Entrada nos Correios. Tensão na discussão com o camaradinha no caixa, mas o carimbo ainda valia pra data de hoje, último dia pra entrega do projeto. R$ 13 no SEDEX e nenhuma multa pelo estacionamento aleatório;
17:11h - Alívio quase épico.

Há!

Projeto de Mestrado

Acordei com uma missão pro final de semana: terminar o projeto de mestrado até segunda. Ainda na cama, a epifania metodológica: tinha 7 tópicos pra escrever; com uma jornada de 10-12h por dia teria, por baixo, 22h pra isso. Noves fora, e bem grosseiramente, isso me deixa com 3h10" por tópico - ou, como setei pra mim mesmo nessa metodologia, pra apresentação de resultados -, incluindo arrumar a sala pra ter mais espaço e organização, fazer o café e postar essa merda no blog.

Clock's ticking, e no primeiro bloco só me restam 2h49". Primeiras tarefas incluem terminar a transcrição da conversa com a possível orientadora e a leitura de alguns capítulos recomendados.

Vou usar este blog e o twitter como diário de bordo nesses dois dias de reclusão, comida pouco saudável e brain damage. I'm on it!

Friday, September 17, 2010

Bad Apples

Diamonds and fast cars
Money to burn
I got my head in the clouds
I got these thoughts to churn
Got my feet in the sand
I got a house on the hill
I got a headache like a mother
Twice the price of my thrills
And it's a cold day
It's a continental drift
I said this traffic is hell
Can you give me a lift
And I'll try to paint a story
Got your pictures to tell
Yeah you got to make a living
With what you bring yourself to sell

I got some genuine
Imitation
Bad apples
Free sample
For your peace o' mind only
I got my camera back from customs
Got my law fees up to date
Hell they must have seen me coming
Ain't this life so f**king great

When the shit hit the fan
It was all I could stand
Yeah, well I'm a frequent flyer
My body's breathing while it can
But what I don't understand is that
My world ain't getting no brighter
If I could touch the sky
Well I would float on by
While everybody's talking
Hell I'm just another guy
If it were up to me
I'd say just leave me be
Why let one bad apple
Spoil the whole damn bunch

Gold and caviar
Now won't you pour my apathy
I'd have all my bases covered
If I could teach my hands to see
But now we're down in the deep end
Where they'd love to watch you drown
I said your laundry could use washing
We'll hang it up all over town
I said Hollywood's like a dryer
And we're down on Sunset Strip
And you'll be sucking down the Clorox
'Til your life's all nice and crisp

When the shit hit the fan
It was all I could stand
Yeah, well I'm a frequent flyer
My body's breathing while it can
But what I don't understand is that
My world ain't getting no brighter
If I could touch the sky
Well I would float on by
While everybody's talking
Hell I'm just another guy
If it were up to me
I'd say just leave me be
Why let one bad apple
Spoil the whole damn bunch

When the shit hit the fan
It was all I could stand
Yeah, well I'm a frequent flyer
My body's breathing while it can
But what I don't understand is that
My world ain't getting no brighter
If I could touch the sky
Well I would float on by
While everybody's talking
Hell I'm just another guy
If it were up to me
I'd say just leave me be
Why let one bad apple
Spoil the whole damn bunch
Why let that one bad apple
Spoil the whole damn bunch
Boy!!

Thursday, September 09, 2010

Detran, a boa vontade e a burocracia

Hoje cedo fui ao Detran. Acordei (um pouco) antes do horário pra evitar muito atraso no trabalho, fiz o negócio direito. Cheguei lá, fila básica: meia hora até ser atendido. Já tinha pago todas as parcelas do licenciamento desse ano, e precisava da documentação nova pra rodar dentro da legalidade. Fiz a minha parte como cidadão e fui até o órgão, com as devidas taxas pagas, apenas pra retirar um papel que diz que eu tô ok com a lei.

Depois de meia hora, me deparo com uma atendente sorridente, milagre que só feriados extendidos fazem por você (até porquê, deus nunca vem aqui mesmo). Procedi com minhas indagações/exclamações com a moça, ela pede meus documentos e acessa meu prontuário pelo computador, muito moderno. Trinta e oito minutos depois de adentrar a budega, sou informado de que tenho uma multa em aberto. "Eu sei", respondi; "está tramitando em processo de defesa".

Ela sorri pra mim, e informa: "Pois é, mas com uma multa em aberto eu não posso renovar a documentação". Argumentei que já tinha pago tudo e, novamente, que a multa estava tramitando, aguardando uma definição do próprio Ciretran/Jari. "Tem que regularizar a situação antes". "Você tá me dizendo que eu preciso PAGAR a multa que eu NÃO QUERO pagar?" A moça arma um sorriso sádico no rosto e dispara: "Exatamente. Depois você PODE SER ressarcido".

Pensei em argumentar, mas vi que era tempo perdido. O sistema tinha vencido. O pior de tudo é ter a convicção de que o sistema não deve ser tão inteligente assim pra me ressarcir. Vai simplesmente me jogar pro fundo da pilha de processos, engolir meu dinheiro e me mandar à merda. Me sinto um idiota por ter que pagar pra andar na lei, sendo que o caos que a sustenta não me dá direito à porra nenhuma. Nem o jeitinho brasileiro dobrou a burocracia digital.

.: Ouvindo: Devin Tonwsend - Hide Nowhere :.